O CICLO DA ÁGUA: UMA VISÃO BASEADA EM MODELOS QUALITATIVOS PARA ALUNOS SURDOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Idealizado pelo Professor Paulo Salles, o Manual Instrucional aqui apresentado foi produzido para o Projeto “Laboratório de Pedagogia Visual para a Educação Bilingue de Surdos – LIBRAS / Português”, e destina-se a professores de ciências que trabalham com alunos surdos nas últimas séries do Ensino Fundamental.

O tema abordado, o ciclo da água, permite uma visão ampla de conceitos fundamentais para compreender a dinâmica dos sistemas: a noção de sistema, a conceito de processo, o estabelecimento de relações de causa e efeito que explicam fenômenos tais como enchentes e secas, e a influência da água para a sociedade.

A metodologia adotada, baseada em modelos de simulação, permite que o professor prepare materiais didáticos para os alunos explorarem, ou que peça aos alunos que construam seus próprios modelos. Os modelos tornam-se, assim, ferramentas de grande potencial para a educação de surdos, possibilidade já demonstrada em trabalhos científicos.

A seleção e apresentação dos materiais foi feita com o apoio das Professoras Gisele Morison Feltrini e Mônica Maria Pereira Resende, biólogas e mestres em Ensino de Ciências, e especialistas em LIBRAS e educação de surdos, que também são co-autoras desta obra. Para a elaboração do livro, alunos surdos de escola pública do Distrito Federal foram consultados e expostos aos conteúdos dos capítulos em diferentes atividades.

Esperamos assim contribuir para diminuir uma das maiores lacunas existentes para a educação inclusiva no país: a existência de material didático de ciências preparado especificamente para alunos surdos.
Agradecemos a todos que colaboraram conosco na preparação deste Manual Instrucional. À coordenadora do Projeto LAPEVI, Prof. Heloisa Moreira Liima Salles, pelo apoio institucional e pela colaboração nos aspectos linguísticos do trabalho. Às colegas Enilde Faulstich e Rozana Naves, pelo ambiente de cooperação e solidariedade no Projeto. Aos colaboradores Adriano Souza, Katia Bento e Geane Pereira, que participaram de atividades de avaliação, e aos intérpretes surdos que contribuíram no atendimento dos alunos surdos.

Agradecemos também ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação pelo apoio financeiro essencial para a criação do Laboratório de Pedagogia Visual e produção dos primeiros materiais ora apresentados; ao Centro Educacional 6 de Taguatinga-DF, escola onde foram desenvolvidas atividades do Projeto com alunos surdos; à Universidade de Brasília, particularmente ao Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas (LIP/ Instituto de Letras) e ao Núcleo de Educação Científica (NECBio/ Instituto de Ciências Biológicas) pelo apoio contínuo para os trabalhos do Projeto LAPEVI.
Finalmente, agradecemos aos alunos surdos que participaram de nossas atividades e a eles dedicamos este trabalho.
.

Category
Share :